Vídeo-Consulta SMP

SAMS QUADROS

ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: 15.06.2022

Tendo consciência das dificuldades que, por vezes, os beneficiários sentem no acesso a consultas de Medicina Geral e Familiar, vulgo Médico de Família, com o intuito adicional de facilitar a prescrição de receituário, e procurando também evitar tempos de espera, bem como deslocações desnecessárias a serviços de urgência, o SAMS Quadros disponibiliza o novo serviço de vídeo-consulta, em parceria exclusiva e inovadora, com o Serviço Médico Permanente (SMP).

Este é o primeiro passo no novo projeto de Saúde Digital SNQTB, o qual terá mais desenvolvimentos num futuro próximo.

 

Canal Direto Vídeo-Consulta
Tel. 213 581 880

FAQ'S

Através do número de telefone exclusivo para o atendimento dos beneficiários do SAMS Quadros: 213 581 880. Após a identificação do sócio, ou beneficiário, será disponibilizado um link de acesso à consulta.

Todos os beneficiários, tal como decorre do regulamento SAMS Quadros.

Deve recorrer em idênticas circunstâncias às que iria a uma consulta presencial, relacionadas com situações de acompanhamento de terapêuticas, prescrição de fármacos no contexto de terapêutica continuada, esclarecimentos ou dúvidas acerca de sintomas que aparentemente não sejam de urgência.

Está disponível a especialidade de Medicina Geral e Familiar.

O SAMS Quadros terá condições promocionais até 31 de dezembro de 2023 (a serem revistas nessa altura): a vídeo-consulta no Serviço Médico Permanente terá um custo de 3,5€, com um limite por ano civil de 12 consultas. Ultrapassado esse limite, o beneficiário pagará 13,5€. Sócios e beneficiários acima dos 65 anos, dependentes com idade igual ou inferior a 12 anos e doentes oncológicos com processo constituído no SNQTB, estão isentos de pagamento até seis vídeo-consultas por ano civil.

Não. O SAMS Quadros convencionou com o Serviço Médico Permanente que o serviço prestado não implicará qualquer desembolso inicial da parte do sócio ou beneficiário e que a parte correspondente ao sócio será cobrada em encontro de contas.

O médico poderá efetuar a prescrição que entenda adequada. A mesma será enviada por email ou SMS. Caso se trate de um pedido de prescrição para doenças crónicas, para passar a receita o médico poderá pedir ao paciente que mostre o receituário que o seu Médico Especialista/Médico de Família lhe tenha passado. A prescrição de medicamentos fora do âmbito de uma consulta para quadro agudo fica ao critério de cada médico e da situação que seja apresentada.

Sim. Porém, fica ao critério do médico passar, ou não, um atestado de doença, tal como ficará também ao seu critério a duração do mesmo. Não serão passados atestados médicos com datas anteriores à da consulta que está a ser efetuada.

Se o médico indicar que a situação apresentada necessita de uma avaliação presencial, o paciente será encaminhado em função da gravidade da situação. A vídeo-consulta poderá não ser suficiente para a avaliação de situações em que a presença de um profissional de saúde seja imprescindível. A opção pelo encaminhamento para consulta presencial ocorrerá sempre que se entenda que essa é a opção mais segura para o paciente.

Será possível a prescrição de MCDT – Meios Complementares de Diagnóstico e Terapêutica por via eletrónica, com a ressalva clara que será sempre uma prescrição de uma unidade privada e não terá a comparticipação do Serviço Nacional de Saúde. A prescrição fica também sujeita ao critério do médico que estará a efetuar a consulta e dependerá sempre da situação apresentada.

POLÍTICA DE COOKIES

O site do SNQTB utiliza cookies de modo a proporcionar-lhe a melhor experiência de navegação e aceder a todas as funcionalidades. Para aceitar a sua utilização, continue a navegação.